First Position: Um Documentário de Ballet

Foto First Position

Por Juliana Araújo

First Position é um documentário que mostra os bastidores da Youth America Grand Prix (YAGP), uma das maiores competições de ballet do  mundo, onde o principal prêmio é uma bolsa de estudos para a escola da escolha do vencedor. Em cerca de 90 minutos a equipe de filmagem retrata as dificuldades físicas, emocionais e financeiras dos participantes. Durante as filmagens, a diretora Bess Kargman acompanhou seis jovens bailarinos de várias nacionalidades entre 9 e 19 anos, incluíndo entrevistas com pais, professores de ballet e coreógrafos.

O documentário retrata o percurso dos participantes da YAGP que aspiram entrar para a companhia de seus sonhos. A competição é uma oportunidade singular para jovens bailarinos entrarem na profissão e um dia talvez se tornarem famosos. Durante uma entrevista dada sobre o documentário, Larissa Saveliev, uma das fundadores do concurso, disse que no início, ela estava viajava pelos Estados Unidos em busca de jovens talentos, para incentivá-los a terem êxito na carreira. Bess diz que a carreira não é tão fascinante quanto o que se vê no palco, porque a batalha constante para se vencer tecnicamente e adquirir papéis importantes nunca cessa. No entanto, as crianças que realmente querem se formar como bailarinos terão, desde a mais tenra idade, que aprender a lidar com decepções e frustrações da vida.

A estréia do documentário ocorreu no dia 11 de setembro no 36o Festival de Cinema Internacional de Toronto e outras sessões estão programadas para Washington DC, Nova Iorque e outras cidades. Espero que este documentário esteja disponível em vários países e aguardo ansiosamente lançamento do DVD.

Para saber mais sobre First Position, clique na página do documentário aqui

Foto via ZimboVejam abaixo a tradução integral da sessão de Perguntas & Respostas entre Bess Kargman e Brian McKechnie publicada no site da TIFF:

Uma das maiores surpresas deste ano no Festival Internacional de Cinema foi o belo e comovente documentário de Bess Kargman, First Position. O filme acompanha seis jovens bailarinos que estão se preparando para o Youth America Grand Prix, uma competição que pode  fazer ou destruir o seu futuro no mundo do ballet. A paixão de Kargman pelo assunto brilha e ela criou uma obra de arte, um grande feito para uma diretora de primeira viagem.

BM – O que te fez documentar este tópico?

BK – Durante a minha infância eu fiz ballet. Eu sempre tive esse grande amor pelo ballet. Este é o meu primeiro filme e eu sabia que teria que ter algum conchecimento técnico, porque eu tinha a desvantagem de ser diretora pela primeira vez. Muitas empresas de produção bastante conhecidas  estavam morrendo de vontade de fazer este filme.. para ter acesso exclusivo à competição. Eu tive que basicamente convencê-los a me escolher,  este ninguém, e a razão pela qual eu os ganhei foi por causa deste amor que eu tenho pelo ballet e deste conhecimento.

BM: Foi difícil encontrar crianças para participar?

BK: Há 5.000 crianças a cada ano que competem, de modo que o número de crianças era muito grande. Mas eu tinha alguns requisitos. Foi muito importante para mim porque eu tive bastante diversidade em termos de localização geográfica, status sócio-econômico, em termos de amor à dança. Eu queria mostrar o alcance disso. Algumas crianças são totalmente obcecadas pelo ballet e outras simplesmente não são. Eu realmente queria mostrar diferentes idades, como o ballet para uma criança pequena é muito diferente do que para um jovem de 17 anos. Eu queria que fosse diferente para cada personagem do filme.

BM: Quanto tempo você acompanhou as crianças?

BK: Eu os acompanhei por quase um ano.

BM: Naquela época houve algo que te surpreendeu sobre eles ou sobre o mundo do ballet?

BK: É esta a fome e a obsessão pelo ballet vai continuar a  me surpreender. Como você pode ter 7 anos e saber o que quer fazer para o resto de sua vida? Outras coisa que me surpreendeu foi  o que as pessoas que estão dispostas fazer com seus prórprios corpos em favor do ballet. Dancei durante toda a minha infância, mas eu fui protegida contra o choque, pois eu era muito pequena. Alguns tutus custam US $ 2000 e você os usa duas vezes. É realmente chocante ver como o ballet pode ser caro.

BM:  E a competição estava aberta para você filmar?

BK: Eu precisei convencê-los em relação à razão pela qual eu deveria estar lá. Eu me encontrei com o Conselho de Administração par ter acesso exclusivo e cortejá-los foi um trabalho de amor. Muitos já tinham tentado fazê-lo antes, mas eu queria fazer algo como um reality show. Eu realmente queria ter um retrato completo e significativo do que significa ter um sonho em uma idade tão jovem.

BM:  Sendo do seu primeiro filme, qual foi a maior lição que você aprendeu?

BK: É um equilíbrio muito delicado para um cineasta saber quando avançar e quando recuar. Quando você pode entrar em um vestiário onde uma menina está chorando e não se sentir como se estivesse sendo intrusivo. É a coisa da confiança e foi importante para mim ganhar a confiança das crianças. Houve momentos em que alguns deles foram realmente genuinos sobre suas emoções e eu acho que não teria acontecido se eu não tivesse adquirido essa confiança.

BM: Como entrar no TIFF ajudou no filme?

BK: Desde que eu entrei no TIFF, meu telefone toca constantemente. Agora as pessoas parecem estar ansiosas por documentários sem problemas sociais. Existem alguns documentários incríveis sobre questões muito graves que estão acontecendo no mundo, mas há muito interesse por algo um pouco mais leve e alegre. O TIFF entrou nos radares das pessoas durante mais ou menos uma semana e eu vou saber se o filme será ou não lançado nos cinemas. Os próximos dias serão interessantes para o futuro do cinema e para o meu futuro também.
BM: O que você planeja para depois de First Position?

BK: Eu tenho algumas idéias para uma narrativa de filme ou programa de televisão. Eu acho que vou tirar um ano de folga para trabalhar em um tema que não seja documentário, mas depois voltarei a outro documentário. Documentários são contudo, o meu primeiro amor.

Advertisements

Leave a Reply - Deixe uma Resposta - Laissez une Réponse

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s